quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Diversidade Cultural


Na última semana foi finalizado o projeto diversidade cultural na Casa da Criança do Morro da Penitenciária. Realizado pela professora Fraçoise e as crianças.
Com o objetivo de valorização da diversidade cultural no Brasil, iniciamos a partir da necessidade diagnosticada pela dificuldade do reconhecimento étnico-racial das crianças e adolescentes atendidos pela casa.
O objetivo do projeto era evidenciar a valorização da multiculturalidade de nosso país e estado, como forma de sensibilizar para o diferente.
As crianças participaram de todo o processo de construção do mapa, que se iniciou com a construção do estudo das especificidades de cada região do Brasil e também do estado de Santa Catarina, tendo como foco principal a diversidade cultural.
Para a efetivação das relações de aprendizado foi utilizado como suportes metodológicos, mídias (vídeos, músicas, imagens), pesquisas na biblioteca da instituição e na internet. Além da construção de bonecos de fuxico.
Como produto final dessa maravilhosa experiência as crianças construíram um livro para cada região, com o principio de releitura dos materiais acessados para pesquisa. E também construíram bonecos para expor no mapa e apresentar através de legenda os números, com perspectivas raciais de cada região.
E para finalização, o projeto contemplou o programa de rádio construído e desenvolvido pelas crianças.
Com o objetivo de desenvolvermos as múltiplas linguagem a partir de uma perspectiva de educação integral, o projeto contribuiu no desenvolvimento dos saberes sobre as diferentes culturas de nosso país, e estado, potencializando e sensibilizando através das novas tecnologias, da leitura e escrita e trabalho manual o belíssimo trabalho sensibilizou para o entendimento das diferenças, possibilitando o desenvolvimento prazeroso e emancipatório num excelente movimento dialético .
Parabéns a todos os envolvidos e principalmente aos protagonistas: As crianças.
"Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, as pessoas se educam entre si, mediatizadas pelo mundo." (Paulo Freire).
Postar um comentário